Denuncie esta foto
luizantonioa...
Caxias do Sul - RS
 

Presença humana na América, Niède Guidon

Presença humana na América, Niède Guidon

No meu modesto livrinho "A Grande Nação", editado em 2003, citei a grande cientista francesa Niède Guidon, pelo trabalho de pesquisa realizado no Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí. Lá ela encontrou vestígios da presença humana na América há cerca de 58 mil anos. Com sua persistência, luta contra a má estrutura dos governos no campo científico e sua vocação incondicional em busca do Conhecimento, conseguiu comprovar suas teses. A revista HIstória Viva, em sua edição de Março (nº41), apresenta matéria sobre descobertas importantes.

Para a maioria dos pesquisadores o Homem teria chegado aqui entre 11 mil e 15 mil anos. Agora as evidências comprovam que esta data é mais antiga. Além disto, com idéias novas, ela já balançava as estruturas indagando: " A idéia de que o Homem veio para a América há 13 mil anos é da década de 1950... De lá para cá, surgiram novas descobertas aqui, no México e no Chile em outros lugares do continente...e têm mostrado que o homem já estava aqui há mais tempo... minha hipótese é a de que houve várias entradas, por diversos caminhos, inclusive por mar. E em várias épocas diferentes. O homem saiu da África e se espalhou pelo mundo. É um absurdo achar que o continente foi povoado somente pelo estreito de Behring. Outro indício forte de que houve vários caminhos e levas migratórias é a grande variedade lingüística encontrada entre os povos indígenas da América..."

Continuo com aquela pergunta: Levanta a mão quem não descende do Homem das Cavernas?

 

Somente o dono deste Vibe pode ler os comentários